• ORTODONTIA

    Ortodontia é uma especialidade odontológica que corrige a posição dos dentes e dos ossos maxilares posicionados de forma inadequada. Dentes tortos ou dentes que não se encaixam corretamente são difíceis de serem mantidos limpos, podendo ser perdidos precocemente, devido à deterioração e à doença periodontal.

    Também causam um estresse adicional aos músculos de mastigação que pode levar a dores de cabeça, síndrome da ATM e dores na região do pescoço, dos ombros e das costas. Os dentes tortos ou mal posicionados também prejudicam a sua aparência. O tratamento ortodôntico torna a boca mais saudável, proporciona uma aparência mais agradável e dentes com possibilidade de durar a vida toda.

  • ODONTOLOGIA PREVENTIVA

    A odontologia preventiva vem sendo amplamente estudada e aplicada no dia a dia do clínico geral e até mesmo do especialista, seja qual for sua área. A prevenção de problemas bucais como a cárie e doença periodontal depende de diversos fatores, oriundos do profissional e do paciente, sua motivação individual e a capacidade do cirurgião dentista em repassar e influenciar na manutenção de boas práticas de prevenção de doenças e promoção de saúde bucal.

    A ortodontia é uma especialidade que envolve um tratamento a longo prazo, e a utilização de aparelhos ortodônticos dificulta a adequada higienização bucal por parte do paciente. Desta forma, o paciente que está sob tratamento ortodôntico está mais susceptível à ocorrência de doenças bucais.

  • IMPLANTES

    Por serem integrados ao osso, os implantes oferecem um suporte estável para os dentes artificiais. Dentaduras parciais e próteses montadas sobre implantes não escorregarão nem mudarão de posição na boca, um grande benefício durante a alimentação ou a fala. Esta segurança ajuda as dentaduras parciais e pontes, assim como coroas individuais colocadas sobre implantes, que proporcionam uma situação mais natural do que pontes ou dentaduras convencionais.

    Para algumas pessoas, as próteses e dentaduras comuns são simplesmente desconfortáveis ou até inviáveis, devido a pontos doloridos, ápices alveolares pouco pronunciados ou aparelhos.Além disso, as pontes comuns devem ser ligadas aos dentes em ambos os lados do espaço deixado pelo dente ausente.

  • CLAREAMENTO

    Com o passar dos anos, os nossos dentes vão escurecendo e cada vez mais ficamos com aquele sorriso amarelo. Um problema que tem solução. Com o clareamento dental o paciente pode perder o sorriso amarelo recuperando a cor natural dos dentes. Para um sorriso mais branco é usado uma técnica de clareamento à laser. A boca é protegida por uma resina aplicada nos tecidos subjacentes (gengiva), que deixa apenas os dentes à mostra.

    Em seguida é aplicado um gel à base de peróxido de hidrogênio a 35%, que é um poderoso despigmentante. O laser é passado dente a dente por uma espécie de caneta com ponta luminosa. O laser ativa o produto, que remove os pigmentos internos e externos. O clareamento deve ser feito a cada dois ou três anos.

  • TRATAMENTO PERIODONTAIS

    Dependendo da extensão da doença periodontal, o tratamento pode variar amplamente. Se a doença for diagnosticada precocemente, procedimentos simples podem ser realizados que irão remover a placa bacteriana e o cálculo abaixo da margem gengival, e eliminar as bactérias causadoras da infecção. Entretanto, se a doença avançou a um ponto onde as bolsas periodontais estão muito profundas e o osso de suporte foi perdido, cirurgias podem ser necessárias. As formas de tratamento periodontal mais utilizadas são:

    1. Raspagem e Alisamento Radicular
    2. Cirurgia para Redução de Bolsas Periodontais
    3. Regeneração Periodontal
    4. Aumento de Coroa Clínica: Estético e Funcional
    5. Cirurgia plástica periodontal
    6. Terapia Periodontal de Suporte (Manutenção)

  • ESTÉTICA DENTAL

    A estética dental tem ganho cada vez mais importância na vida das pessoas e atualmente deixou de ser um privilégio dos ricos e famosos. Um sorriso branco e perfeito já virou sinônimo de saúde, simpatia até de confiabilidade. Já é fato comum políticos recorrerem à estética dental para passar uma imagem mais amigável e confiável. Muitas pessoas com dentes escurecidos e problemas na arcada dentária perdem a auto-estima e até podem ficar com vergonha de sorrir e ter problemas de relacionamento interpessoal por causa disso. Com a evolução das técnicas, a estética dental está cada vez mais popular e acessível a um público maior.

  • PLÁSTICA GENGIVAL

    A Plástica gengival é uma cirurgia que visa corrigir essas deformações gengivais através da remoção de excessos ou reconstrução de áreas com ausência de gengiva com a utilização de enxertos. Essa técnica faz com que os dentes aumentem e, conseqüentemente, a gengiva diminua e fique menos aparente no momento de um sorriso. O procedimento, feito com bisturi elétrico e anestesia local, é quase indolor e não deixa cicatrizes. A recuperação se dá em três dias e a proteção do local, feita com uma massa, possibilita que o paciente tenha uma alimentação normal. Crianças não podem se submeter a essa cirurgia já que ainda não tem a formação completa. A desarmonia é mais notada na adolescência, onde a fase com preocupação estética é maior principalmente no universo feminino.